Município de Castro Daire


Noticias

Estratégia Local de Habitação do concelho de Castro Daire – Inquérito à população

Estratégia Local de Habitação do concelho de Castro Daire – Inquérito à população



O Município de Castro Daire encontra-se a elaborar a Estratégia Local de Habitação (ELH) para o concelho com o objetivo de identificar os principais problemas habitacionais no território e potenciando o bem estar das populações, bem estar social.

Com esta estratégia pretende-se assegurar o acesso a uma habitação digna para todas as famílias, suprimindo carências ao nível da insalubridade, sobrelotação, indignidade habitacional, entre outros.

O envolvimento da população na elaboração de um diagnóstico conjunto é fundamental e servirá de base à definição de objetivos e ações a desenvolver em matéria de política de habitação, facilitando o acesso a apoios disponíveis no âmbito da política nacional de habitação.

Todos os cidadãos poderão participar na indicação das necessidades, identificando e reportando situações de habitação indigna, quer estas digam respeito ao próprio cidadão ou agregado familiar a que pertence, quer a outros cidadãos ou agregados que conheça.

A sua participação é importante.

Colabore.

Aceda aqui ao inquérito:

https://forms.gle/Q7nfmySojxW4cVYd7

ATRIBUIÇÃO DE COMPOSTORES DOMÉSTICOS NA COMUNIDADE CASTRENSE

ATRIBUIÇÃO DE COMPOSTORES DOMÉSTICOS NA COMUNIDADE CASTRENSE

No âmbito da implementação do Projeto “Biobairros – da Terra à Terra” promovido pelo Fundo Ambiental e pelo Ministério do Ambiente e Ação Climática, o Município de Castro Daire em parceria com a Associação de Municípios da Região do Planalto Beirão, foram disponibilizados à Autarquia 24 compostores domésticos.

Desta forma, o Município pretende atribuir estes compostores à comunidade castrense, como forma de valorização orgânica de bioresiduos através do processo de compostagem.

Com esta dinâmica, pretende-se promover e incentivar a compostagem como forma de reduzir a fração orgânica nos resíduos indiferenciados e reintroduzir o composto nos solos.

A atribuição dos compostores pressupõe os seguintes critérios:


  • ser residente no concelho de Castro Daire
  • possuir espaço exterior para colocação de compostor de 310L em: quinta, horta, jardim ou terraço com espaço em terra.


Reunidos os critérios anteriormente definidos, torna-se necessário proceder ao preenchimento e submissão do formulário online que será analisado por ordem cronológica até ao limite do stock.


Formulário:https://docs.google.com/forms/d/1m6ouZfjfgZTYDuohjk4rv8K-sRTO07U8yJCBN_Y1A2c/edit?ts=61deeeaa

A Candidatura está disponível até ao dia 26 de Janeiro de 2022´.

Estamos Juntos!

Projeto +igual Viseu Dão Lafões

Projeto +igual Viseu Dão Lafões



+ igual Viseu Dão Lafões é um projeto que tem como entidade promotora a CIM Viseu Dão Lafões, desenvolvido em parceria com os 14 Municípios associados, e que surge no âmbito da Tipologia 1.06 – Apoio técnico à elaboração e monitorização da execução e avaliação dos planos para a igualdade, do Programa Operacional Inclusão Social e Emprego e sendo a Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género (CIG) o Organismo Intermédio da operação.

 Este projeto responde aos objetivos da Estratégia Nacional para a Igualdade e a Não Discriminação 2018‐2030 – “Portugal + Igual” (ENIND), e aos respetivos Planos de Ação – Plano de Ação para a Igualdade entre Mulheres e Homens (PAIMH), Plano de Ação para a Prevenção e o Combate à Violência contra as Mulheres e à Violência Doméstica (PAVMVD) e Plano de Ação para o Combate à Discriminação em razão da Orientação Sexual, Identidade e Expressão de Género, e Características Sexuais (PAOIEC).

+ igual Viseu Dão Lafões visa dar apoio a ações relativas ao desenvolvimento de diagnósticos, à elaboração, implementação e divulgação de planos para a igualdade, definindo uma estratégia de territorialização das políticas de igualdade e não discriminação da ENIND. O projeto integra elevados fatores de inovação uma vez que apresenta um modelo de governação participativo e uma lógica de intervenção estruturada, assegurando a interligação entre parceiros e atividades, assumindo a territorialização como prioridade; visa ainda adequar as políticas públicas às características e necessidades territoriais da Região Dão Lafões.

Todas as atividades a desenvolver irão promover 3 linhas transversais:


  • Territorialização - As ações propostas devem, indo ao encontro de políticas públicas, priorizar as características e necessidades territoriais do país, reforçar e potenciar o trabalho de atores locais e em rede, atendendo à proximidade à população e ao leque de novas competências decorrentes do processo de descentralização;
  • Promoção de parcerias - As ações propostas devem respeitar a lógica de corresponsabilização, partilha de práticas e de conhecimento, otimização de meios e redes, privilegiando o desenvolvimento de parcerias estratégicas e a sustentabilidade dos projetos;
  • Intersecionalidade - A perspetiva da intersecionalidade revela que a discriminação resulta da interseção de múltiplos fatores, pelo que as ações a propor devem ter em consideração as desvantagens que ocorrem no cruzamento do sexo com outros fatores de discriminação, entre os quais, a idade, a origem racial e étnica, a deficiência, a nacionalidade, a orientação sexual, a identidade e expressão de género, e as características sexuais.


Newsletter da Juventude

Newsletter da Juventude




O Município de Castro Daire tem vindo a reforçar o trabalho desenvolvido na área da juventude. Para tal, muito tem contribuido a estratégia de auscultação e envolvimento dos nossos jovens, que se têm revelado cada vez mais participativos nos vários programas e iniciativas, contribuindo, sem dúvida, para a sua capacitação presente e futura.

Neste sentido, espelhando o trabalho desenvolvido nesta área ao longo de 2021, é agora publicada a I Newsletter da Juventude, realçando o potencial da juventude castrense.


Aproveitamos para desejar a todos e, especialmente aos jovens castrenses, um excelente 2022.


Newsletter da Juventude Download!


Estamos Juntos!




Pág. 3 de 113