Município de Castro Daire

Noticias

Castro Daire homenageou os seus autarcas

Castro Daire homenageou os seus autarcas

O Município de Castro Daire celebrou a 8ª edição do Dia do Autarca.

A cerimónia solene deste Dia do Autarca decorreu no passado domingo, dia 19 de Fevereiro 2017, tendo este ano distinguido 6 autarcas do Concelho, a saber: Delfim Rocha, antigo Presidente da Junta de Freguesia de Mamouros, Armando Monteiro, antigo Tesoureiro da Junta de Freguesia de  Mões e membro da Assembleia da mesma Freguesia, Bernardo Silva, Antigo Presidente da Junta de Freguesia de Parada de Ester, Amadeu Andrade, Antigo Presidente e Membro da Assembleia de Freguesia de Castro Daire, JoãoVentura, antigo Presidente da Junta de Freguesia de Picão e José Gonçalves, Presidente da Junta de Freguesia de Cabril.

Esta cerimónia, foi Presidida pelo Exmo. Sr. Secretario de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel, que juntamente com o muito Público que encheu por completo o auditório do Centro Municipal de Cultura de Castro Daire, assistiram ao reconhecimento do trabalho meritório que os autarcas castrenses têm tido no desenvolvimento do concelho e na melhoria das condições de vida da população.

No uso da palavra o Senhor Presidente da Câmara Municipal de Castro Daire, Fernando Carneiro, destacou que esta homenagem aos autarcas distinguidos representava não só um reconhecimento aos homenageados mas também um tributo aos autarcas do passado e do presente, sendo para estes últimos um forte incentivo para continuar o trabalho importantíssimo que estes têm no desenvolvimento do concelho de Castro Daire.

Sua Exa. o Secretário de Estado das Autarquias Locais, Dr. Carlos Miguel agradeceu a hospitalidade Castrense, evidenciando o modo como foi acolhido em Castro Daire, mostrando-se muito satisfeito por presidir a esta cerimónia que classificou como muito importante, dado o papel relevante que os autarcas tiveram no desenvolvimento do Portugal Democrático ao longo dos últimos 40 anos.

Sendo o Secretário de Estado um ex. Presidente de Câmara, afirmou conhecer bem a importância que as autarquias locais e os seus agentes tiveram e têm no desenvolvimento integrado e equilibrado do território, sendo da mais elementar justiça este reconhecimento público.

Dr Carlos Miguel realçou ainda o trabalho que o Governo está a preparar na descentralização, que na sua opinião vai dar mais autonomia às autarquias locais, elevando o seu papel, diploma este, que no seu entender, vai possibilitar um melhor aproveitamento de recursos e meios, significando uma mais valia essencialmente para as pessoas e para o país.

Os homenageados puderam assistir ao relato da sua história de Vida e do seu trabalho enquanto autarcas, por parte de alguém próximo, num testemunho emocionado e sentido, que sensibilizou não só os distinguidos e seus familiares mas também toda a plateia, que assinalou o momento com o calor humano transmitido pelos muitos aplausos com que brindaram todos os homenageados.

Este dia do Autarca do Concelho contou ainda com momentos culturais, com a autuação da Sociedade Filarmónica de Mões, do Rancho Folclórico das Termas Do Carvalhal e da Tuna dos 60 da Casa do Povo de Castro Daire.

Programa Defesa Empreende 2017

Programa Defesa Empreende 2017

O Ministério da Defesa Nacional (MDN), através do Centro de Informação e Orientação para a Formação e o Emprego (CIOFE), estruturou um programa de apoio e fomento ao empreendedorismo que permite ajudar os militares e ex-militares oriundos do Regime de Contrato (RC) que queiram criar o seu próprio emprego. O Programa Defesa Empreende foi desenvolvido de forma a estimular o empreendedorismo como política privilegiada de reinserção profissional dos militares e ex-militares do RC e apoiá-los na implementação de uma ideia de negócio ou projeto empresarial, sobretudo na sua fase de passagem à disponibilidade e este ano vamos dar início à 3.ª edição do Programa Defesa Empreende.

 

Uma vez que o prazo de submissão das candidaturas para o Programa Defesa Empreende 2017 decorre de 24 de janeiro a 31 de março, solicitamos os seus bons ofícios no sentido de divulgar o Regulamento do Programa e o seu Formulário de Candidatura através da sua rede.

 

Quem se pode candidatar?

 

1)      Militares ou ex-militares do RC, desde que inscritos no Centro de Informação e Orientação para a Formação e o Emprego (CIOFE), individualmente ou em equipa, que pretendem criar o seu próprio emprego.

2)     Empresas promovidas por ex-militares do RC, com menos de 3 anos de existência (a contar da data da constituição jurídica da empresa), em que pelo menos 50% do capital social seja propriedade de militar(es) ou ex-militar(es) do RC.

Como se pode candidatar?

O período de candidaturas decorre até 31 de março de 2017.

Para formalizar a candidatura é necessário:

1) Estar inscrito no CIOFE (inscrição em http://ciofe.dgprm.pt/ciofe/inscreve-te.html);

2) Preencher o Formulário de Candidatura (disponível em http://ciofe.dgrdn.pt/emprego/defesa-empreende.html);

3) Caso seja militar na efetividade de serviço, para além do formulário, terá de enviar uma autorização do superior hierárquico para a participação no programa na qual este indique que tomou conhecimento do Regulamento do Programa (disponível para consulta em http://ciofe.dgrdn.pt/emprego/defesa-empreende.html);

4) Converter tudo em pdf e envie para ciofe@defesa.pt, indicando no assunto DE17.

 

Para mais informações, consultar http://ciofe.dgrdn.pt/emprego/defesa-empreende.html ou contactar o 213 804 200 Ext 2.

Se a candidatura do(a) militar ou ex-militar for selecionada este(a) irá ter acesso:

  • Sessões de Apoio e Apresentação das ideias/projetos a Júri;
  • Programa de Capacitação - composto por workshops temáticos, reuniões de mentoria e acompanhamento individual para cada projeto;

·         Bolsa de Horas de Consultoria.

Março - mês da Floresta e da Proteção Cívil

Março - mês da Floresta e da Proteção Cívil

A Câmara Municipal de Castro Daire vai promover, em Março, o Mês da Floresta e da Proteção Civil, onde se vão realizar varias ações, com o objetivo de sensibilizar a comunidade escolar e a população Castrense para a importância da conservação da floresta destacando o seu interesse económico para a região e evidenciando a importância da Proteção Civil demonstrando que é uma “Tarefa de Todos para Todos”.

Abertura do mês será no dia 3 de março, com a visita de todas as Escolas Básicas do 1.º Ciclo, à exposição de Meios e Agentes de Proteção Civil, que terá lugar no Parque Urbano de Castro Daire.

O espetáculo músico-teatral “Tobias e o Bombeiro Mendes na  aventura da Proteção Civil”, dirigido aos alunos do pré-escolar do agrupamento de escolas de Castro Daire, terá lugar no dia 10 de março. Este espectáculo, pedagogicamente incide na temática do que fazer em caso de incêndio na escola, em casa ou em espaços fechados.

No dia 15 de março realizar-se-á o percurso pedestre “Trilho dos Carvalhos”, localizado em Gosende, onde se vão realizar atividades relacionadas com a floresta, com  alunos da Escola Secundária e da  EB2,3 de Castro Daire.

No dia de 21 de março terá lugar a plantação de árvores numa área ardida, com a participação dos alunos do agrupamento de escolas de Castro Daire, dos Sapadores Florestais de Castro Daire e dos Bombeiros Voluntários de Castro Daire e de Farejinhas

O encerramento do mês terá lugar no dia 31 de março, com a realização do XII Seminário “Floresta Sem Fronteiras no Montemuro e Paiva”. Neste Seminário vão ser abordados temas relacionados com a Defesa da Floresta Contra Incêndios e a Bolsa Nacional de Terras.

A realização de todas estas ações tem como objetivo obter, por um lado, a sensibilização de todos os participantes para a importância dos espaços florestais na multiplicidade dos seus usos e funções e para a responsabilidade coletiva na sua proteção e valorização, através de um melhor conhecimento do que é a floresta. Por outro, obter também, a sensibilização dos jovens para a importância da Protecção Civil, e para as mais correctas práticas em situações de emergência. Apostando desta forma numa faixa etária que está em formação e por isso mais predisposta à aprendizagem, esta iniciativa remeterá um conjunto de práticas que, com certeza, serão interiorizadas por todos e com reflexos futuros.

Pág. 3 de 96